SETOR ENERGÉTICO BRASILEIRO E DO ESTADO EM DEBATE NO VIII FÓRUM CAPIXABA DE ENERGIA

Evento será realizado no dia 28 de novembro, em Vitória, discutindo a cadeia do petróleo, o pré-sal e as energias renováveis

Estratégico para o desenvolvimento, o setor energético será tema de discussão no dia 28 de novembro, em Vitória, quando acontece o VIII Fórum Capixaba de Energia (Fenergia). O evento reunirá especialistas de diferentes partes do País no auditório do Hotel Golden Tulip, para fortalecer as discussões sobre energia no Estado, debater o desenvolvimento deste mercado e a estruturação de políticas públicas para o setor.

Com o tema “Energia e o Desafio da Sustentabilidade”, a oitava edição do Fenergia colocará em pauta questões como“Oportunidades de negócios e de geração de emprego junto à cadeia produtiva de energia renovável”, “Cenário do gás no ES”, “Políticas para impulsionar o setor de energia”, “Planejamento energético brasileiro”, “Oportunidades para a energia solar nos municípios”, entre outros.

Importantes nomes do setor, como o presidente da Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Encanado (Abegas), Augusto Salomon; o diretor na Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha, Phillip Hahn; e o especialista em Regulação na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Daniel Vieira, estão confirmados para o fórum, que é realizado pelo Grupo Ideias e pela Multieventos, com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado do Espírito Santo (Sedes).

“Temos assistido a uma revolução energética no mundo, em que se busca por formas mais limpas e menos impactantes de produzir energia. O acordo assinado em 2015, por 195 países na Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas, a COP 21, representou um marco que possibilitará avanços e oportunidades para o setor de energias renováveis”, destaca Tereza Romero, diretora do Grupo Ideias.

Segundo o Portal Brasil, as metas brasileiras para o acordo objetivam ampliar de 28% para 33% o uso de energias renováveis (eólica, solar, biomassa e biocombustíveis) na matriz energética brasileira até 2030, além da energia hídrica.

“Nosso objetivo é apresentar o cenário do setor de energia no Brasil e no Espírito Santo, e colocar em debate temas que vêm sendo discutidos, como o aumento das fontes renováveis na matriz elétrica, o desafio ao estímulo da geração distribuída etc”, acrescenta Tereza Romero.

Inscrições e público-alvo

As inscrições para o VIII Fórum Capixaba de Energia (Fenergia) estão abertas no site www.fenergia.com.br. O valor é de R$ 50,00 para profissionais e R$ 25,00 para estudantes. A arrecadação será doada ao Lar dos Idosos – Professor Coelho Sampaio, localizado em José de Anchieta, no município da Serra.

O evento tem como público-alvo empreendedores, empresários com atuação ou que têm interesse no setor energético, poder público, representantes da sociedade civil, acadêmicos e representantes de universidades.

SERVIÇO

VIII Fórum Capixaba de Energia (Fenergia)

Data: 28 de novembro.

Horário: das 8h às 18h.

Local: auditório do Hotel Golden Tulip. Av. Nossa Sra. dos Navegantes, 635 – Enseada do Suá, Vitória-ES.

Inscrições: www.fenergia.com.br.

 

Publicado em Meio Ambiente | Deixar um comentário

Garota de 17 anos inventa sistema portátil que limpa água e produz energia

Com apenas 17 anos, a jovem australiana Cynthia Sin Nga Lam desenvolveu um sistema portátil que pode facilitar muito a vida de pessoas que vivem em comunidades isoladas. A pequena tecnologia é capaz de purificar a água ao mesmo tempo em que gera energia.

A invenção foi apelidada de H2prO e tem como base apenas dois agentes principais: dióxido de titânio e luz. Ao entrar em contato com a luz, o titânio absorve a energia ultravioleta e gera radicais que auxiliam o processo de oxidação de compostos orgânicos, que se decompõem para produzir CO2 e H2O.

Os testes que usam o titânio para separar poluentes da água foram feitos pela primeira vez pelo japonês Akira Fujishima e serviram de inspiração para Cynthia em seu experimento. Para tornar o sistema efetivo, a jovem precisou testas diferentes combinações, com a adição de um agente de oxidação, como metanol, gliverol e EDTA, que atuam como excelentes redutores. Essa mistura eleva a produção de hidrogênio, usado como combustível, e tornam a decomposição mais eficaz.

O dispositivo é pequeno e composto por duas partes. A unidade superior é usada para a purificação da água, enquanto a divisão inferior serve para a geração de hidrogênio, conectada a uma célula de combustível e à unidade base para a filtração da água.


Fotos: Divulgação

Os testes feitos mostraram que o H2prO tem eficiência de 90% na remoção dos poluentes orgânicos, finalizando o processo em até duas horas. No entanto, em relação à produção de energia, o sistema ainda é instável, mesmo que a produção de hidrogênio fotocatalítico tenha sido satisfatória.

A jovem inventora foi uma das finalistas do concurso de ciência do Google e, em sua apresentação, ela garante que continuará trabalhando para tornar o sistema ainda mais eficiente. Clique aqui para saber todos os detalhes deste sistema.

Fonte: Redação CicloVivo

 

Publicado em Meio Ambiente | Deixar um comentário

Flores têm perdido perfume por causa das mudanças climáticas

O delicioso cheiro das flores é uma das grandes maravilhas da natureza. No entanto, em consequência das mudanças no clima, este aroma está se tornando cada vez mais fraco. Esta foi uma das descobertas de um estudo produzido por pesquisadores do Centro de Pesquisa em Ecologia e Silvicultura de Barcelona, na Espanha.

Segundo os cientistas, o aumento dos níveis de ozônio no solo tem modificado o perfume das flores e o cheiro de outras plantas, por quebrar as moléculas microscópicas de aroma que são responsáveis pelo perfume natural. As experiências mostraram que, quanto maior o nível de ozônio no solo, mais rápido a fragrância se perde.

As consequências desta modificação não estão atreladas simplesmente ao cheiro, mas afetam diretamente os polinizadores. No estudo, os cientistas fizeram testes com abelhas, que tiveram dificuldades em encontrar as flores, já que elas são atraídas pelo aroma e, estando fraco, elas não conseguem se guiar.

Para os seres humanos as informações do estudo também são extremamente preocupantes, já que os polinizadores são responsáveis por fornecerem serviços agrícolas essenciais. Além de correrem riscos de extinção, os exemplares que restam esbarram em mais esta dificuldade na hora da polinização.

Outro fato levantado pelos pesquisadores é o efeito que o ozônio do solo pode causar na atmosfera, colaborando para o aumento da poluição e ocasionando diversas doenças.

Fonte: Ciclo Vivo

 

Publicado em Meio Ambiente | Deixar um comentário

Resíduos Sólidos: Workshop e Visitas Técnicas em Portugal

A LAVORO Consulting, consciente das profundas alterações que o Brasil atravessa no setor dos resíduos, promoverá a criação de uma ponte de interação de conhecimento e experiência entre Portugal e o Brasil em matéria de gerenciamento de resíduos. Portugal se destaca hoje como um modelo de eficiência em termos de planejamento, organização e regulação dos serviços de gestão de resíduos sólidos, tanto urbanos quanto industriais, sendo uma referência a nível mundial.

O evento “Workshop e Visitas Técnicas à infraestrutura de Gestão e Valorização de Resíduos Sólidos em Portugal” , que conta com o apoio institucional do GRUPO IDEIAS, pretende levar, em duas edições (05 à 09/12/2016 e de 06 a 10/02/2017), uma comitiva de brasileiros constituída por profissionais e gestores públicos do setor a algumas importantes cidades portuguesas, onde os participantes terão a oportunidade de conhecer detalhadamente a forma de funcionamento de instalações específicas de Gerenciamento e Valorização de Resíduos existentes em Portugal com toda a aplicabilidade prática, funcional, tecnológica e gestora para o Brasil.

O objetivo é conhecer in loco a evolução, a estrutura, o modelo de negócio, a experiência, o licenciamento, a modelagem tarifaria e de financiamento e a regulação da gestão de resíduos em Portugal e ainda visitar algumas instalações e infra estruturas de valorização de resíduos, tais como:

  • Central de Valorização Energética
  • Unidade de Triagem Mecanizada TM (coleta seletiva) 3
  • Unidade de Tratamento Mecânico Biológico TMB (coleta indiferenciada)
  • Centrais de Valorização Orgânica (digestão anaeróbica, compostagem e biometanização)
  • Aterro Sanitário com valorização de escórias e de biogás
  • Estação de tratamento de chorume por Osmose Inversa
  • Unidade de reciclagem e valorização de sucatas e de resíduos eletroeletrônicos
  • Unidade de recebimento, tratamento, valorização e destino final de resíduos industriais perigosos (classe 1)
  • Unidade de produção de Combustível Derivado de Resíduos CDR
  • Empresas municipais do ambiente, limpeza urbana e gestão do território

ORGANIZAÇÃO

A organização do evento se responsabiliza por todo planejamento e produção; pelos almoços, jantares e coquetéis indicados na programação, hospedagem em hotel 4 estrelas em Lisboa, Viseu e Porto de domingo a sábado (6 noites), acompanhamento de equipe técnica especializada, transporte terrestre do aeroporto ao hotel e durante toda programação. Mais informações: 021 25075712 e walterplacido.lavoro@gmail.com


 

Publicado em Eventos | Deixar um comentário