Bolsa de computador funciona como gerador portátil de energia solar

KaliPAK é uma mala de computador equipada com placas fotovoltaicas. A tecnologia foi desenvolvida pela empresa israelense Kalisaya e surge como uma opção prática e limpa para recarregar notebooks e equipamentos eletrônicos independente das redes de transmissão.

Uma das premissas da empresa ao desenvolver o modelo era chegar a um formato ideal que fosse facilmente carregado ao mesmo tempo em que mantém a sua utilidade original intacta. Assim sendo, os designers chegaram ao molde final do KaliPAK, que se assemelha às maletas executivas em tamanho, mas possui grandes alças que facilitam o seu transporte.

Não é apenas a praticidade que chama a atenção, mas principalmente a capacidade do sistema. Além de transformar a energia do sol em eletricidade, a KaliPAK tem potencial para armazenar muita energia para uso posterior. Com a bateria completa, ele pode recarregar 96 iPhones 6, por exemplo, 19 notebooks comuns ou 400 lâmpadas de LED por 120 horas.

A maleta vem equipada com quatro painéis fotovoltaicos e espaço para guardar computadores e outros equipamentos eletrônicos. Além disso, ela possui duas saídas USB e dois pontos de 12V para carregar laptops, projetores de iluminação, dispositivos AV, entre outras coisas. O sistema também pode ser conectado ao celular, através de bluetooth, para informar as condições da bateria. O equipamento é à prova d’água e ideal para ajudar áreas que sofreram com desastres.O produto está apresentado no Kickstarter e busca financiamento coletivo para que seja produzido em larga escala. De acordo com a empresa fabricante, a cada 50 KaliPAKs comercializados, dez serão doados a comunidades africanas que não possuem acesso às redes de energia elétrica.

Fonte: ciclovivo.com.br

Publicado em Meio Ambiente | Com a tag , , , | Deixar um comentário

Japão ganha ‘cidade do futuro’

A “cidade do futuro” já é realidade, pelo menos, no Japão. Na última semana o projeto da Fujisawa Sustainable Smart Town teve a fase de construção concluída. A Panasonic, responsável pelo complexo, trabalha agora nos últimos detalhes e na venda das residências.A construção da cidade, na Província de Kanagawa, situada cerca de 50 km a oeste de Tóquio, faz parte de um projeto realizado pela Panasonic com mais oito empresas parceiras com o intuito de recuperar áreas devastadas por um terremoto e tsunami.

A prioridade na “Cidade Inteligente e Sustentável de Fujisawa” é a consciência energética e ecológica.A iniciativa pretende demonstrar que saber articular tecnologias diversas ajuda na construção de uma cidade verde. Em consequência, isso contribui para que estas construções sejam mais valorizadas.

As casas já possuem painéis solares embutidos, que fornecem energia para a residência e ainda armazenam o excedente em uma bateria para uso posterior. O projeto também oferece um bairro exclusivo para moradores que não possuem carros próprios, com opções para o compartilhamento e alugueis de carros elétricos.Toda a cidade é equipada com sensores em rede que controlam a iluminação pública e garante, que a energia não seja desperdiçada através de uma “smart grid” local. O município também tem um “eixo verde”, com parques e plantio de vegetação ao longo das estradas principais. São várias soluções para alcançar um novo estilo de vida e um novo modelo de desenvolvimento econômico.

Fonte: greennation.com.br

Publicado em Meio Ambiente | Com a tag , , | Deixar um comentário

Maricá é a primeira cidade com mais de 100 mil habitantes com tarifa zero no transporte coletivo

A partir desta quinta-feira, 18 de dezembro, o município de Maricá inaugura um serviço de transporte público gratuito para toda população da cidade, segundo comunicado publicado no site da prefeitura. A cidade de Maricá, localizada no litoral norte do estado do Rio de Janeiro (a 50 quilômetros da capital), será o terceiro município do estado a implantar a medida, já adotada por Porto Real e Silva Jardim, e a primeira com mais de 100 mil habitantes a oferecer a tarifa zero.

A Empresa Pública de Transportes (EPT), autarquia criada pela prefeitura, colocará em circulação quatro linhas de ônibus que percorrerão toda a extensão do município. O controle de passageiros nos veículos será feito por catracas instaladas na parte dianteira (os passageiros entrarão pela porta dianteira e sairão pela porta traseira). A inauguração será feita pelo prefeito Washington Quaquá com uma viagem inaugural às 8h de quinta.

A intenção da prefeitura é que todo o sistema de transportes passe a ser executado pela autarquia, sem cobrança da passagem, até o final de 2016. As linhas municipais já existentes continuarão sendo operadas pelas viações Nossa Senhora do Amparo e Costa Leste Maricá, com tarifa de R$ 2,70.

Lacuna de transporte

Os dez ônibus da EPT que serão colocados para operar as quatro novas linhas vão circular com intervalos de 20 minutos das 5h às 22h. No período de menor movimento, de 22h às 5h, eles vão passar de hora em hora, e vão suprir uma lacuna de transporte, já que as linhas operadas pelas empresas privadas não rodam de madrugada.
Para estender as atividades da EPT para todo o município, a prefeitura deve ampliar a frota para 25 coletivos. Segundo o prefeito, para servir toda a cidade com transporte público gratuito e integrado com as vans, serão necessários investimentos de R$ 1,3 milhão por mês por parte da prefeitura.

Fonte: ecodesenvolvimento.org

Publicado em Meio Ambiente | Com a tag , , , , | Deixar um comentário

Gigante chinesa anuncia SmartBike

A gigante chinesa Baidu acaba de anunciar uma “bicicleta inteligente”, com diversos recursos tecnológicos. Além de todas as funções, a bicicleta possui sensores que monitoram frequência cardiaca, velocidade e cadência da pedalada, ajudando o ciclista a acompanhar seu desempenho e sua saúde.A Baidu é uma empresa líder no mercado chinês de buscas online, considerada praticamente o “Google da China” e assim como a companhia norte-americana, ela trabalha ativamente no desenvolvimento de novas tecnologias e o mais recente projeto é a DuBike.

Além das inovações, o modelo possui funções já conhecidas nos smartphones: Wi-Fi, GPS e câmera integrados. Das funcionalidades que mais se destacam, chama atenção o guidão com um sistema de navegação interligado com mapa, celular e luzes, que informam qual direção o ciclista deve seguir. Além disso, é possível compartilhar os dados coletados pelos sensores nas redes sociais. Há ainda um aplicativo que permite conectar-se com outras pessoas e compartilhar rotas.

O melhor de tudo é que a bicicleta inteligente possui um dispositivo que converte energia cinética em elétrica para garantir o abastecimento das funcionalidades. A intenção é que o veículo transmita todos os dados via Bluetooth para um aplicativo de smartphone. O produto é fruto de um projeto do IDL (Instituto de Aprendizagem Profunda), do Baidu, em parceria com a Universidade Tsinghua.

Fonte: greennation.com.br

Publicado em Meio Ambiente | Com a tag , , , | Deixar um comentário